Frequência de limpeza de fossa séptica

Limpa fossa em sobradinho df
Existem dois tipos principais de sistemas sépticos, aeróbicos e anaeróbicos. A diferença básica
entre os dois tipos de sistemas é a presença ou ausência de oxigênio. Os sistemas anaeróbicos
abrem em tanques subterrâneos na ausência de oxigênio. Isso significa que as bactérias que
decompõem o esgoto podem viver sem oxigênio. Os sistemas aeróbicos dependem de
oxigênio e contam com um “aerador” para injetar oxigênio no tanque. Eles suportam bactérias
aeróbicas. O custo de manutenção e limpeza do sistema séptico aeróbio é igual ao do
anaeróbio.
Uma fossa séptica é uma parte crítica do gerenciamento de resíduos que requer limpeza
regular para continuar funcionando de forma eficiente. Se uma fossa séptica não for limpa
regularmente, você corre o risco de ter muitos efeitos colaterais desagradáveis. Um
empreiteiro profissional deve limpar sua fossa séptica. A frequência será determinada durante
a avaliação inicial. O empreiteiro irá estimar com que freqüência seu tanque deve ser limpo e
criar um cronograma de manutenção do tanque séptico. Isso garante que as limpezas
necessárias não sejam perdidas e que sua fossa séptica continue a funcionar com eficiência.
Vários fatores afetam a frequência de limpeza de sua fossa séptica. Esses fatores incluem o
tamanho do tanque, a frequência de uso e o número de pessoas que vivem na casa. Uma
família de seis cria três vezes mais resíduos em comparação com uma família de duas pessoas,
o que aumenta a frequência de limpeza. Se sua casa tem uma pequena fossa séptica, você
pode esperar limpá-la com mais regularidade do que uma fossa maior. O gráfico abaixo
destaca a frequência de limpeza da sua fossa séptica, levando em consideração o tamanho da
casa e da fossa. Você pode ver que quanto maior o tamanho do tanque, menos frequente é a
limpeza necessária.